quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Da Lama ao Caos do Caos a Lama




Mesmo dentro de uma área destinada ao parque que abriga um dos rios mais importantes de Fortaleza, o Rio Cocó, percebemos a agressividade com qual a indústria imobiliária e automobilística vem avançando sobre essas áreas de mangue. O que antes era uma grande área de preservação de um ecossistema frágil agora é sufocado por prédios e fumaça de veículos.
Mas quanto tempo mais será que o mangue vai permanecer?
O caranguejo, símbolo da resistência do mangue (ele próprio vítima do consumo desenfreado de sua carne em estabelecimentos da cidade) será utilizado para mostrar que o que resta desse ecossistema, fauna e flora, deve ser respeitado por toda a cidade. Onde agora existe asfalto, divindo o parque ao meio, um dia foi mangue. E o caranguejo pede passagem.

2 comentários:

joão miguel disse...

Ficou muito bom esse =)

Paloma Pajarito disse...

MUITO lindo, adorei, adoro logo pq nasci no berço do manguebeat. Arrasou. :)